quarta-feira, 9 de maio de 2018

A SOBERBA, MAS TRISTE VISÃO DOS PÍNCAROS! Aspergem-se palavras incautas em enlaces cândidos; semeiam-se sonhos lumes em quimeras oníricas; constroem-se esperanças exíguas em tempos porvires; num átimo, tudo nubla e caem punhais de lágrimas sobre a terra devastada.


Aspergem-se
palavras incautas em enlaces
cândidos;

semeiam-se
sonhos lumes em quimeras
oníricas;

constroem-se
esperanças exíguas em tempos
porvires;

num átimo,
tudo nubla e caem punhais
de lágrimas sobre a terra
devastada.