quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

TU NUNCA VAIS SABER SÓ PELO OLHAR, SÓ PELAS PALAVRAS OU SÓ PELA HASTE ENRIGECIDA



Vem cá,
borboleta flutuante que a tudo pensa
saber,

aquele que
muito diz do amar
costuma saber bem mesmo
é trepar,

pois é para levar
para a cama e para foder
que o verbo volátil
é tão eficaz;

agora,
se queres mesmo saber
se alguém te ama de verdade,
sugiro aprenderes a ouvir, dele,
o silêncio que fala!