sexta-feira, 11 de agosto de 2017

FODA-SE A VIDA!



... eu não venho
aqui só para pintar de negro
vossos dias;

eu não venho
também aqui acender alguma
vocálica vela que
os cegue;

eu não venho
aqui para escrever poesias
com intento de ganhar andorinhas
e anjinhos para se alisarem nas web cans
escondidamene para mim, enquanto
bato punhetas;

eu não venho
também aqui para elogiar composições,
para adorar harmonias alheias
ou para conquistar algo xomo
um perdido coração;

eu venho aqui
para comer, sendo que para isso
trago meus próprios
pratos frios;

e para
cagar e para vomitar, sendo que
para isso, não me incomodo de que
me vejqm escrevendo merda,

de modo
tão indomável como o maldito
vento e as homicidas

sombras!