domingo, 18 de junho de 2017

A LENDÁRIA



... essa tua
lendária vigia insana,

essa tua
insensata luziação
infame,

este teus ventos
por aqui vociferados, saídos
de teu sujo rabo

já teriam
derrubado um anjo,
mas não a um cão acostumadoi

a viver nas sombras!