sábado, 19 de agosto de 2017

IRREMEDIÁVEL CAMINHO



Ao fim tudo sempre
se volta à maior de todas
as solidões:

___ os sonhos,
___ as esperanças
___ e os amores vãos:

e é nesta hora,
que mais vamos,
silente e solitariamente,
angustiar-mo-no em dores das ausentes
ilusões;

e é nesta hora,
que mais vamos chorar nossos versos
em folhas brancas,

porque poetisar
é nada mais do que se constatar,
em si mesmo,que não mais
se pode voar.

O LIMITE DO SULIME E INFINITO SONHO É A CERCA!



…ah, frescuras
melindrades excessivas, pieguices

e sentimentalismos
exagerados,

como são
vãos, quando postos diante

de quem, por nós realmente seja

amado!

UM DIA, CADA UM DOS QUE ME LEEM ENTENDERÁ O QUE FALO SOBRE O SER TARDE DEMAIS!



... depois
de um ano de árdua luta,
pensei poder descansar um pouco
___ dessas coisas

e, mesmo
sem mais contemplar seu rosto,
sem mais sentir seu cheiro,
___ sem mais ouvir tua voz,

mas ainda
com minha longorosa queda pelo
sonho pueril, com a partida
___ dela,

vejo-me
novamente em novo e até pior
fronte: o te lhe velar e de zelar, com dor,
por aquele amor mal cuidado
___ e perdido de outrora!

SÓ COM A MORTE, NÃO HAVERÁ MAIS ESPERANÇAS



... eu estou
sedento e faminto
por purezas que nunca
tive

de mulheres
que apenas se diziam
anjos de luz:

eu estou
morrendo sem ter ainda
conseguido amar

sem ciúmes,
 desconfianças,
e sem chuvas,

como duas
pueris crianças a bricar
na rua;

e eu quero
um amor trancedental
ao fim da vida

(e espera-lo-ei,
mesmo que não venha)

que me ame
pelo que sou e por simplesmente
me amar

e que me
permita amá-la pelo que é
e por simplesmente

eu amá-la!

A LUZ DA ILUCIDEZ



Não me
sinto bem, há-me um
que não me sou

– como que possível
me houvera sido habitar a morte,
e dela retornado de algum
modo –,

habitando silente em
minha mente: não é deus, nem mito,
nem lenda,

– é um abantesma
de cuja origem apenas suspeito:
do cerne mais profundo
de mim –,

ele me mostra o ruído
das coisas a se deslizarem pelo tempo,
alheias a nossas visões
sencientes,

a escorregarem
ao apagamento de mim que, na verdade,
nunca terei havido
ser,
além,
bem além  do que fertilizei,
espuriamente, com minha imaginativa
e fausta mente.

À minha pele, as falésias
a tudo se o comprova; ao meu  redor
e por todo lado, tudo o
comprova:

“A grande farsa
sapiens parece sempiterna,

mas é breve.”

AS MURALHAS DA ALMA



... por detrás
dos muros mais altos, belos
e fortes,

feitos com alicerces
e paredes de luz,

é que costumam
guardar os piores absurdos,

as mais sujas
pragas e os mais absolutos

escuros.

TODAS QUE CONHECI CAÍRAM POR INTERFERIREM EM MEU TEMPO COM ELE



… acham-se
com vasto poder com vossas
belezas e sensualidades,
 eu sei;

mas,se algum dia,
eu amar a uma mulher
ou um aanjo, mesmo que seja
de um real paraíso,

mais
que a meu filho, podem me internar:
eu terei ficado real e completamente

louco!

O MUNDO CHEIO DEMAIS DE GENTE BOA, E AIND APARECEM INCAUTAS PARA LIDAREM COM O CÃO



… ainda não perceberam
que não é com bocetas ou palavras
____ voláteis

que os anjinhos,
as borboletinhas, as poetizazinhas,
as ciriquinhas, as lamparinas, as nuvens,
___ etecetera,

podem fazer um niilista de 47
casado, já cansado, vindo de uma
terrivel batalha em que
___ foi arrasado

e pai
de três filhos amados
se mover a seus
___ agrados!



sexta-feira, 18 de agosto de 2017

TU AINDA TENS O MAIOR DOS MESTRES, MAS ACAUTELA-TE QUE A EMBRIAGUEZ PODE SER DEMASIADA!


… sei que
gostas de te lembrares do cheiro
de chuvas, daquelas feitas por um cão do diabo,
que a tudo alagava,

deixando,
ao cessarem, sempre a esperança
viva de uma nova e diferente
estrada;

mas, criança,
em vez de só olhar para for a
para a tudo isso (re)projetar em sonhos
ou em até poesias,

seria
conveniente que também visualizasses
um pouco mais teus próprios

subterrâneos!

UM DIA NÃO ESTAREI MAIS AQUI PARA TE SERVIRES ASSIM



… que luz
é essa que em cada palavra,

em cada ato, em cada verso em que eu apareça
entrelinhamente açoitado.

traz
o trágico egoísmo de ser,

como ponto de inspiração, para a tua própria
dor de parto?!

GRAVE ISSO EM TEUS POEMAS QUANDO EU ME FOR DESTE MUNDO!



… sangro
e sabes que sangro,

e tut e pareces
um anjo, uma ótima amiga,
amante ou conselheira:

e, mesmo assim,
com o exercício do poder de escolhas
que inalienavelmente
tens

és capaz
de, sabendo do tamanho
do meu abismo e da minha
ferida,

fazer-me

sangrar mais!

PERDEMOS, ANA!



O luar fora o ideal,
a noite, com suas sombras como manto, 

___ perfeita:

havia 

uma estranha, mouca e sublime
___ sinfonia no ar;

as estrelas pareciam iluminar tudo
a luz de seus centros candeeiros:
tudo nos convidando para
___ um amor etéreo.

E nós até o construirmos,
mas com palavras voláteis, arroubos perjurados,
fantasias promíscuas e desvarios
___ incontrolados;

até que tudo
desaguou em vazios
___ e nadas.

ENTREGA



Ser parece algo
extremamente complexo e difícil
(sobretudo devido à senciente
___ e fragmentada razão);

mas quero ver mesmo
é se alguém consegue caminhar
(na variável sucessão dos instantes,
___ das imagens e dos eventos)

pelo deixar-se ser,
abdicando da imanente, gloriosa e espúria
condição de fazer-se (por egocêntrica
___ imposição) ser.

NÓS NÃO SABEMOS AMAR!


SÓ MAIS UM POUCO, ANA!


EU FIQUEI, MAS NÃO FOI PARA VOS SERVIR; FOI PARA VOS ENSINAR!



… quando
me adoeci, murchei como
___ uma flor semimorta,

e aí
já não se aproximavam
do iminente cadaver nem as andorinhas,
nem os anjinhos, nem as mocinhas
___ doceiras;

interessante
é como se inflamam com o niilista,
quando ele diz certas coisas
sobre estes tipos
___ de seres:

por exemplo,
quando toquei a mão de Deus
e ele me disse: “Toma força e segue
___ mais um pouco”,

e fiquei forte
novamente reflexive, sonhador
e extremamente
___ viril,

o jardim
se encheu, repentinamente,
dessas figuras, todas vestidas de alvas
___ e brilhantes vestes!

O AMOR, O BEM E O MAL


AMOR E SEXO



… baby,
sexo e bom,
foder é tudo ou quase
___ tudo,

tanto,
mas tanto que até os anjo
fazem composições melodiosas
___ e poéticas

com algumas
___ de suas trepadas escondidas;

mas, baby,
presta atenção no que vou
dizer: “transar e fode com amor
é para lá de bom
___ e de tudo,

e de tal
modo que podemos considerar,
por abnegação em prol do ser amado,
realmente como uma forma
___ de suicídio!

OS IMPOSSÍVEIS


E EU TE DISSE QUE TAL AMOR SÓ SERIA POSSÍVEL COM A MORTE DE UM DOS DOIS



… é difícil
para mim assumir que,
como pensador contumaz e obeso
de reflexões sobre o ser
desde criança,

eu ainda
me pegue, às vezes, voando,
como se estivéssemos dançando uma valsa
macabramente eternal,

uma vez
que nem a cor do verbo e da esferográfica,
nem os sonhos e dos pegas
molhados

não foram
capazes de satisfazerem minha obstinada
perseguição pela puerícia

inatingível!

O FIASCO DO COSMO


A ABNORMIDADE É DE NASCENÇA



… o ser humano
é como um atleta com múltiplas
e imperceptíveis
___ fraturas

ou com
sindromes e degenerações
___ não diagnosticadas,

que o impedem
exatamente de ser tudo
aquilo que imagina poder
___ ser ou vir a ser!

NUMA ESCURIDÃO DESSA, NADA MAIS PODE ME ATINGIR



… é pesado
o estigma que tenho carregado,

puto,
punheteiro,
tarado,
comedor de galinha,
mentiroso,
dissimulado

são pouco
perto do que tenho ouvido
dessas beldades que dizem me amar,
fodem comigo em leitos reais
ou virtuais

e depois,
por ciúmes ou possessividade,
chovem e chovem adoidado;

mas o pior
não é o que dizem que sou
porque imaginam (e se bobearem eu pego mesmo)
que fico comendo bocetas e alisando
anjos o dia inteiro,

o pior
é que, como niilista, eu sei.
que tudo que dizem de mim,
não é, da missa de um sapiens (e eu sou

um sapiens), a metade!

MALDITA HEREDITARIEDADE!



… um dia, dirão sobre nós
em algum lugar do Cosmo:

“… mas como pôde
haver e subsistir uma raça
assim?”

Thor Menkent

… infelizmente,
não dá para nos livrarmos
das malditas transmissões hereditárias
com suas lascívias aladas;

ser,
voar,
dominar

são o objetivo,
consciente ou inconciente,
do sapiens;

e dessa meta
(nem seus semelhantes, nem as coisas
onde ele foi jogado, nem as possibilidades
ainda nao conretizadas)

absolutamente,
para azar do Cosmo com suas imprevisíveis
e virgens causas, nada
escapa!

O NIILISTA JÁ CONHECE SEU PRÓPRIO DESTINO, SENHOR!



Ó Senhor
de todos os cosmos,
de todas inexoráveis casualidades
e de todas as situadas ou quantizadas
___ relatividades,

seja qual for
o nome que vos for dado
por essa nossa espécime repleta
de pseudossenciências
___ luzidias;

que me ensandeça de vez,
antes que me refugie novamente
no laivo ressaibo do cinismo
___ e da hipocrisia,

que me morra de vez,
em outra qualquer possibilidade,
que não as esplendidamente
___ costuradas

por minha nefasta
___ egolatria.

TENTATIVAS DE FUGAS



Com uma sonâmbula
anestesia implantada em suas mentes,
a acharem que bastam vãs
___ orações e discursos

para aplacarem
a fúria enregelada dos distantes dissonantes,
é que se tornam incontidas as chuvas
de dor, angústia
___ e morte,

que são despejadas
pelos turbados soberbos, aos pequenos
e frágeis reinos e lagos
___ adjacentes.

UM NIILISTA NUNCA VENCE NADA



... porque, para ele, até a vitória é 
(e talvez seja a pior) 
derrota!
Thor Menkent


Voei por tantos céus,
passei por tantos lugares,
naveguei tanto mares,

sonhei em tantas quimeras,
amei em tantas primaveras,
dominei tantas eras;

beijei tantas bocas,
mamei tantos peitos,
fodi tantas bocetas;;

e, mesmo assim,
nunca consegui me livrar
do maldito dom ou azar de ser
um niilista incurável!

ALGUMAS INCONGRUÊNCIAS SAPIENS



... andar pela
estrada pensando colher ouro
e seguir catando cacos,
___ e cavacos;

pensar
que ama só porque adora
chupar ou devorar uma excitada
___ genitália;

fazer um julgamento
e arremessar as pedradas que, por consequência,
em regresso teriam em si
___ igual alvo;

falar em ajudar
e distribuir riquezas encnendo os bolsos
e fazendo neciatas que lhe aprouvem
para se estarem neste mundo
___ de modo mais abastados;

viver
pensando que um dia vai morrer,
sendo que naturalmente não há meios
e sim um eternamente tudo
ou um eternamente
___ nada!

FELIZMENTE TU NÃO ÉS NIILISTA



... não, irmã,
graças a Deus tu não sabes
o que é e nunca foi uma niilista,

até porque
tu ainda sonhas, vês, deliras
de prazer, amas e saboreias doces,
vinhos e porras dos bailes
que estão por aí;

sim, minha amiga,
felizmente tu não és niilista,
tu ainda estás aqui no meio dessas
coisas, sem perceber como é o natural
e ocasioso elo entre elas e os daseins que
nela habitam;

sim minha amiga,
vai por mim, ser niilista é mais que escrever
um ou outro põem trite ou vazio
de vez em quando, como
fazes,

creia-me:
ser niilista é a pior chaga que se
nos possa haver e significa que temos
de carregar conscientemente nossas próprias
sombras até o fim!

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

TEMPOS MUDADOS



… as danças de hoje
em dia estão diferentes, estão
estranhas e nem sempre nos é fácil
reinventarmo-os em seus
ritmos;

hoje em dia,
perereca e banana viraram palavras
sublimes que centralizam até o que chamam
de amor, pureza e sublime
poesia;

quanto ao om
do piano, a valsa esperada do fim
de semana, o aperto no coração ao primeiro
riso e ao primeiro beijo,

isso,
tudo isso e tudo o mais que
antes se faziam em silêncios, tremors
e encantos,

hoje se fazem
escancarando as  bocas, as guelas
e abrindo as pseudoasas

e as pernas!